Sangue e Luto

by A Ferramenta

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.

about

Expresso Underground Volume 1 é uma coletânea organizada pelo Estúdio Atalaia (onde gravamos nosso primeiro disco - e onde foram gravavas todas as faixas desta coletânea) e pela Feio Records. Denis Pinto, da banda Dose Letal, e Fernando Abreu, do Pé Sujus, estão por trás de toda essa conspiração.

Sangue e Luto foi uma música feita em homenagem às Mães de Maio, vítimas da violência policial em São Paulo, mas se aplica à todos que sofrem ou já sofreram perseguições e violência do Estado.

A coletânea pode ser adquiria por apenas 5 reais. Além de nossa contribuição, mais 14 bandas construíram esse projeto. Nos procure. O download da faixa está liberado!

credits

released February 20, 2016

Denis Pinto - Estúdio Atalaia e banda Dose Letal
Fernando Abreu - Feio Records e banda Pé Sujus

tags

license

about

A Ferramenta São Paulo, Brazil

A Ferramenta é uma banda originária da periferia suburbana da grande São Paulo, desde 2011.

Em maio de 2012 é lançado o primeiro registro, o EP 'Anos de chumbo: nossos corpos e mentes permanecem contaminados'.

Em 2014, a banda grava seu primeiro álbum completo, intitulado 'Sementes'. Após um período de atividades intensas, o disco finalmente foi disponibilizado para download gratuito em 2016.
... more

contact / help

Contact A Ferramenta

Streaming and
Download help

Track Name: Sangue e Luto
Dois estalos secos quebram, o silêncio da noite
Dois jovens ensanguentados, caem na calçada
Negra sua pele, curta é sua jornada
Mais duas mães choram na nossa quebrada

Refrão
Estado faz carnificina
Pelas Mãos da polícia
Prende, tortura, assassina
E não se faz justiça

Chamados de heróis pela mídia fascista
Que faz questão de culpar a vitima
A violência é sempre justificada
Quando é contra uma vida indesejada

Refrão
A cada tiro que escuto
Me torno mais sangue e luto
A cada irmão enjaulado
Declaro guerra ao estado

Primeiro semestre de 2015, aproximadamente 10 mil pessoas já foram assassinadas pela policia militar do estado de São Paulo
A historia se repete
Os corredores de sangue do Carandiru estão por todos os lados, em toda esquina, em todo bairro.
O ventos do Pinheirinho trouxeram desgraça pra Osasco na forma dos mesmos mascarados de 2006, de maio.
Mais 7 jovens irmãos foram executados por policiais encapuzados na quadra de uma torcida organizada.
Fé pública conferido pelo contrato
Que prevê a desgraça do povo explorado
Ri do pranto o soldado
O pranto da mãe do filho finado
Trabalho forçado, salário baixo, campo de concentração
A democracia capitalista que extermina seu exercito de reserva em genocídio a prestação
Fecham 1000 escolas e aumentam a repressão
E quem reclamar acaba morto ou na prisão

Só há uma forma de mudar a realidade
é o povo na rua parando a cidade
Criar coragem e juntos dizer...

Basta!


Refrão
Carregamos um novo mundo
No nosso sangue e luto
Construiremos um novo mundo
Nós somos sangue e luto